Menu
divisor-menu

Últimas Edições

Últimas Edições

 
 

Higiene Pessoal - Desodorante

Mudança de hábito

Redação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Com queda em vendas de -4,6%, a categoria de desodorante encontrou na pandemia do novo coronavírus um de seus obstáculos. O isolamento social e o home office mantiveram as pessoas por muito mais tempo em casa e, por isso, a frequência de uso do produto também caiu.

De acordo com a pesquisa Nielsen, o aerossol é o maior responsável pelas vendas da categoria, com 72%. Quanto à versão roll-on, ela responde por 20%. Ao analisar o comportamento de vendas por região, a Nielsen identificou que o Nordeste continua sendo a região de maior importância: 37% em 2019 e 36% em 2020.

E até mesmo por isso também foi a responsável pela maior perda de vendas, de 61%, seguida pelo Centro-Oeste, com 21%. Mas a sazonalidade pode ser uma grande aliada da categoria; além do mais, a reabertura das empresas e do comércio, e a flexibilização do isolamento também deverão impulsionar as vendas. Manter a gôndola completa e evitar ruptura são ações importantes.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email