Menu
divisor-menu

Últimas Edições

Últimas Edições

 
 

Higiene Pessoal - Xampu

Frequência reduzida

Redação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Com o isolamento social, a categoria de xampus registrou queda nas vendas no canal analisado, segundo a Nielsen. A retração no ano destacado, de julho de 2019 a junho de 2020, foi de 4,7%, puxada principalmente pela Região Nordeste (45%), que também é a responsável pela maior parte das vendas da categoria: 29% em 2019 e 28% em 2020.

Para Bruna Veneziano, gerente de Marketing da Skala Cosméticos, este é o momento de fidelizar o consumidor, melhorando sua experiência de compra; para isso, é preciso repensar e renovar o mix da loja.

“O pequeno varejo tem na localização seu ponto forte. Outra vantagem está no fato de que ele conhece bem o perfil e os hábitos dos consumidores locais”, comenta. Bruna também destaca que nos três primeiros meses da quarentena, o xampu, juntamente com outros produtos para cuidados pessoais, entrou na lista de prioridades. “

Estar presente no pequeno varejo neste momento é muito importante. Afinal, os consumidores pretendem continuar comprando nesses novos locais. Com a crise, o consumidor corta gastos e aceita experimentar marcas novas e mais acessíveis. Marcas que entregam uma relação custo/benefício melhor vão ganhar espaço e impulsionar a categoria. O pequeno varejo que se ajustar melhor e mais depressa vai sair na frente”, diz.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email