Seções

Nesta Edição

divisor-menu

Últimas Edições

Seções

Nesta Edição

Últimas Edições

Seções

Nesta Edição

painel

BALANÇA COMERCIAL
Saldo positivo de 30,9 bilhões de dólares

A balança comercial brasileira registrou saldo positivo de 30,963 bilhões de dólares desde o começo do ano até 25 de agosto último, informou a Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia. Esse valor representa uma queda de 16,4% com relação ao mesmo período de 2018. No ano, as exportações totalizam 144,767 bilhões de dólares e as importações, 113,804 bilhões de dólares. No mês de agosto, as exportações somam 14,767 bilhões de dólares e as importações, 12,279 bilhões de dólares, com um saldo positivo de 2,488 bilhões de dólares.

0,8%

foi a projeção para a expansão do do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no País. O mercado financeiro reduziu a projeção para o crescimento da economia e a estimativa de inflação para este ano. Segundo o boletim Focus, em uma das pesquisas divulgadas todas as semanas pelo BC – Banco Central, a previsão era de 0,83% em 2019. Segundo a pesquisa, a previsão para 2020 também caiu, ao passar de 2,20% para 2,10%. Para 2021 e 2022, não houve alteração nas estimativas: 2,50%

EMPREGO
Pequenas e micro criam mais vagas de trabalho

As micro e pequenas empresas criaram 41,5 mil empregos com carteira assinada no mês de julho. Os dados foram compilados pelo Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Segundo o levantamento, os pequenos negócios foram responsáveis por 95% dos empregos gerados em todo o País. Com os números das grandes empresas e da administração pública, foram criados 43,8 mil empregos formais.

ACORDO
Brasil vai ampliar mercado para produtos

O acordo entre o Mercosul e o bloco de países europeus da Efta – Associação Europeia de Livre Comércio ampliará mercados para produtos brasileiros. O governo manifestou essa expectativa em nota conjunta dos ministérios das Relações Exteriores, da Economia e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento afirmando que terá facilidade de acesso ao bloco formado por Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein.

ECONOMIA
Arrecadação supera estimativas

A arrecadação federal indica que a economia está se recuperando gradualmente e com consistência. Para técnicos do Ministério da Economia, o fato de que a arrecadação de julho atingiu o maior nível em oito anos e superou as estimativas das instituições financeiras indica um início de retomada. No mês passado, o governo arrecadou 137,7 bilhões de reais, segundo a Receita Federal. As projeções do Prisma Fiscal, pesquisa com instituições financeiras divulgada todos os meses pelo Ministério da Economia, indicavam uma arrecadação de 133,4 bilhões de reais na mediana (valor central em torno do qual uma medida oscila).O valor arrecadado em julho representa 2,95% a mais que o registrado no mesmo mês do ano passado, descontada a inflação oficial pelo IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo. As receitas do mês passado foram infladas por uma arrecadação extraordinária de 3,2 bilhões de reais de Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), decorrente da reorganização societária de algumas empresas.