Menu
divisor-menu

Últimas Edições

Últimas Edições

Noël Prioux, CEO do Grupo Carrefour Brasil

Carrefour compra rede Makro

Grupo francês pagou 1,95 bilhão de reais por lojas em 17 Estados, mas a companhia holandesa manterá o foco em São Paulo

por Redação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O Grupo Carrefour Brasil anunciou, em 17 de fevereiro, a aquisição de até 30 lojas da rede Makro no País. A compra faz parte da estratégia do Grupo para acelerar significativamente a expansão do Atacadão e reforça a estratégia multiformato e multicanal do Grupo. As novas lojas foram adquiridas pelo valor de 1,95 bilhão de reais. Dos 30 pontos comerciais, 22 são propriedade integral e oito são alugados, além de 14 postos de gasolina, localizados em 17 Estados do País.

As lojas adquiridas apresentaram em 2019 vendas brutas de aproximadamente 2,8 bilhões de reais. A transação permitirá ao Atacadão expandir sua presença no Estado do Rio de Janeiro (7 lojas) e na Região Nordeste (8 lojas). As novas lojas somam-se às 187 já existentes do Atacadão. O Atacadão pretende converter a bandeira das novas lojas no período de 12 meses depois do fechamento da transação. 

Alexandre Bompard, presidente do Conselho de Administração e CEO do Grupo Carrefour, declarou: “Essa transação é o movimento mais importante do Grupo Carrefour no Brasil desde a aquisição do Atacadão em 2007.” 

Noël Prioux, CEO do Grupo Carrefour Brasil, complementou: “Essa aquisição, juntamente com nosso ritmo de crescimento orgânico, com 20 lojas Atacadão abertas em 2019, representará uma aceleração equivalente a um ano e meio de expansão.” Ele disse, em entrevista recente, que o Makro não colocou tudo à venda. “Eles vão focar em São Paulo. Não haverá sobreposição de lojas compradas com as do Atacadão, ou haverá muito pouca”, disse. E sobre o comércio on-line disse que ele não existe no Atacadão. 

“O comércio on-line para nós é outra coisa. No futuro, poderemos usar as lojas do Atacadão como centros de distribuição para as entregas do comércio on-line”, finalizou. O Carrefour também planeja investir de 10 milhões de reais a 12 milhões de reais em reformas por loja do Makro, afirmou José Roberto Müssnich, presidente do Atacadão, divisão do Grupo. São 30 lojas e um investimento total de 360 milhões de reais. Além dessa soma, ainda estão sendo investidos 2,8 bilhões de reais na compra dos ativos.

O Mart Minas Atacado e Varejo inaugurou sua primeira unidade em São João del-Rei, município de Minas Gerais. A unidade é a primeira da rede inaugurada em 2020 e faz parte do plano de expansão, que prevê novas aberturas neste ano. Com o novo endereço, a bandeira passará a contar com 38 pontos no Estado.

Atuando na região do Distrito Federal e em Goiás, o Atacadão Dia a Dia anuncia seu plano de expansão para 2020 com a inauguração de sete lojas no formato autosserviço no decorrer do ano. De acordo com a empresa, que já conta com 13 lojas, em breve a operação na Bahia deverá ser iniciada.

O Grupo Pão de Açúcar informou que sua admissão no Novo Mercado da B3 foi aprovada. “A migração para o Novo Mercado reforça o compromisso do GPA em manter elevados padrões de governança corporativa, além de poder permitir ao GPA ampliar sua base de potenciais investidores”, disse a empresa no comunicado.

bilhão de reais será o montante investido em pelo menos mais dois supermercados e um centro de distribuição nacional em um período de cinco anos. Essas são as metas anunciadas por Inácio Passos Pereira, empresário do Grupo Fort Atacadista/Comper. O Grupo tem a expectativa de criar pelo menos 5 mil empregos diretos na capital federal. “O investimento é imediato. Neste ano, deveremos inaugurar no mínimo duas grandes lojas do Comper e iniciar as obras do centro de distribuição. É um compromisso que assumi com o governo”, disse o empresário depois de se reunir com o governador Ibaneis Rocha no Palácio do Buriti. A rede de venda de alimentos está estabelecida em São Paulo e Santa Catarina

Belmiro Gomes (foto), presidente do Assaí Atacadista, anuncia que a empresa está construindo mais lojas da rede. “Nos próximos anos, teremos investimentos da ordem de um bilhão de reais. Quanto ao mercado e à economia, a perspectiva é de melhora com a entrada dos recursos do FGTS, a divulgação do índice da queda do desemprego e, principalmente, a queda da taxa de juros”, enfatiza.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email