Latinex investe em nova fábrica e em contratações

A Latinex revisou estrutura e equipe, e inaugurou nova fábrica em São José dos Pinhais (PR), com instalações três vezes maiores que o espaço anterior.

Mas além do investimento em infraestrutura (os aportes somam R$ 4 milhões), a companhia também investiu em profissionais qualificados. A empresa fez três contratações estratégias: Alexandre Sardo, head de marketing e trade marketing, Marcello Napolitano, head de vendas, e Alan Martins, gerente de supply chain. “Com as novas instalações e nossos novos profissionais, a expectativa é que o volume de produção aumente 26% até o fim do ano, fazendo o market share dar um salto significativo”, conta Eduardo Moraes, CEO da Latinex. De maio a julho, a empresa já demonstrou que houve aumento médio de 30% nas vendas em relação ao ano anterior, contrariando o cenário da pandemia.

Com o papel de levar as marcas da Latinex a um patamar superior e mais competitivo, Alexandre Sardo, chega à empresa com experiência de 27 anos no segmento de bens de consumo para empresas como inBetta, Unilever e Colgate-Palmolive. O executivo tem experiência em desenvolvimento de estratégias de posicionamento de marca, portfólio de produtos, lançamento de extensões e linhas de produto, pricing, comunicação, monitoramento de competidores, sell-in/sell-out, GTM e estratégia multicanais.

Já Marcello Napolitano assumiu o compromisso de mudar a gestão e o desempenho das vendas, além de ampliar os canais de distribuição pelo Brasil. Com 20 anos de experiência em empresas como Hershey, Bacardi e Mondelez, o líder de vendas tem expertise em liderar P&L, desenvolver estratégia comercial, a rota ao mercado e os canais de vendas.

Com o intuito de alavancar o volume de produção na nova fábrica, Alan Martins, soma seus quase 20 anos de experiência em implantar sistemas de gestão, com políticas de qualidade, manutenção, gente, gestão, meio ambiente e segurança. O gerente de supply chain atuou em empresas como Sadia, Grupo Tigre, Dauper e Ambev antes de chegar à Latinex.

“Agora temos uma nova fábrica e um time otimizado para um modelo dinâmico de negócios, que faz parte do que é a Latinex desde sua fundação, há pouco mais de 10 anos, a ideia é dar autonomia para a inovação em nossas três linhas – Fit Food, Frontera e Smart, e mais velocidade para atender ao novo consumidor”, comenta Moraes.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email