Preços no atacado caem e IGP-M tem deflação de 0,67% em agosto, diz FGV

Os preços no atacado passaram a cair e o Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) registrou deflação de 0,67% em agosto depois de avançar 0,40% no mês anterior, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira.

A expectativa em pesquisa da Reuters era de queda no mês de 0,66%. BRIGP=ECI>

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que responde por 60% do índice geral e apura a variação dos preços no atacado, teve em agosto recuo de 1,14%, após subir em julho 0,40%.

Os preços das Matérias-Primas Brutas passaram a cair 2,30%, deixando para trás a alta de 2,34% no mês anterior, pressionado por minério de ferro, milho e suínos.

Por outro lado, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30% no índice geral, acelerou a alta a 0,23% no período, de 0,16% no mês anterior.

A principal contribuição partiu do grupo Transportes, cujos custos passaram a subir 0,03% depois de queda de 0,60% antes.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) avançou 0,34% em agosto, contra alta de 0,91% antes. O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email