Pioneiro no setor supermercadista no interior, João Batista, do Enxuto, morre aos 87 anos

Homem com grande visão empreendedora e um dos pioneiros no varejo supermercadista no interior de São Paulo, o empresário mineiro, nascido em Areado, sul do Estado, João Batista Gonçalves, que adotou Campinas na década de 60, faleceu na última sexta-feira, dia 8 de maio, aos 87 anos de idade, de causas naturais.

João Batista era uma das maiores referências para o setor, especialmente na região de Campinas, município que escolheu em março de 1963 para dar início à sua trajetória profissional e onde fundou o Enxuto Supermercados, rede de nove lojas que completa 57 anos de história em 2020. Com olhar clínico para os negócios, ele deixa um legado de persistência, determinação, autoconfiança e hábil negociador que começou seu sucesso como um pequeno comerciante que comprava arroz à granel na cidade goiana de Quirinópolis, ensacava e o vendia com o nome de Arroz Enxuto.

Com os negócios de vento em popa, João Batista decidiu expandir. Em 1967, fundou na cidade a Cerealista Alvorada para atuar na área de secos e molhados, onde comercializava aproximadamente cem itens diferentes. No atacado, brilhava com o famoso Arroz Enxuto, marca que próprio empresário registrou naquele mesmo ano.

Em 1973, o pequeno negócio transformou-se em supermercado, batizado de Enxuto, em Campinas, com uma área de vendas de 200 metros quadrados, logo ampliada para 420 metros quadrados. Em 1974 inaugurou a segunda loja na vizinha Cosmópolis, com 300 metros quadrados, que em 1977 ganhou a sede própria de 800 metros quadrados. O grande marco da empresa ocorreu em 1990 com a inauguração do primeiro hipermercado, também em Campinas, com área total de 17 mil metros quadrados e 320 colaboradores.

Hoje, além de Campinas e Cosmópolis, o Enxuto está presente com lojas em Piracicaba, Rio Claro e Limeira. A companhia mantém ainda cinco pontos do Enxuto Drive (Clique & Retire) e três pontos do Enxuto Aqui (contêineres instalados em condomínios e vias de acesso na cidade). No total, a empresa contabiliza 1,5 mil funcionários e está pronta para expandir operações. “O Enxuto nunca teve a pretensão de ser o maior, mas sim o melhor no que se refere a atendimento ao cliente e qualidade de mercadoria”, costumava dizer João Batista aos filhos e netos. “Querer é poder. O impossível não existe. Quando a gente quer, consegue tudo!”, também comentava o empresário.

João Batista já não estava mais no comando do Enxuto. Em 2006, a rede passou pelo processo de Governança Corporativa e atualmente funciona por meio de conselhos compostos por quotistas e de um diretor-geral. A família Gonçalves, porém, está à frente do Conselho de Quotistas e do Conselho de Administração. Um dos filhos de João Batista, Pedro Celso Gonçalves, presidiu a Associação Paulista de Supermercados (Apas) entre os anos de 2014 e 2018.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email