Pela primeira vez, Nestlé tem elevação nas vendas por meio do e-commerce

As vendas globais da Nestlé por meio de e-commerce cresceram 29,4% no primeiro trimestre deste ano, resultado do comportamento do público de estocar alimentos, sobretudo no mês de março. Pela primeira vez, as vendas online superaram a marca de 10% de participação nos negócios da multinacional de bens de consumo com sede na Suíça.

O diretor-presidente da Nestlé, Mark Schneider, apontou “prova de resiliência no primeiro trimestre, graças a nosso portfólio diversificado de produtos e a nossa forte presença em 187 países”. Mas ressaltou que “essa crise está longe de ter terminado e seremos confrontados com numerosas incertezas nos próximos trimestres”.

Segundo a companhia, sobretudo na América do Norte e na Europa o crescimento foi claramente superior em março, particularmente sustentado por estoques realizados pelos consumidores. Já na China houve uma forte queda de vendas por causa das restrições de deslocamento impostas durante quase todo o primeiro trimestre.

A demanda de produtos de primeira necessidade aumentou. Os pratos preparados e produtos para cozinhar, alimentos para animais de estimação da Purina, café e produtos Nestlé Health Science tiveram aumento de vendas. Já doces e sorvetes tiveram queda de venda, refletindo tendência do consumidor de agora oferecer menos presentes e realizar menos compras espontâneas.

Quanto aos canais de distribuição, em todos os mercados Nestlé aponta uma transição importante do consumo para dentro de casa. Os canais de vendas fora de casa tiveram contração nas vendas, incluindo água e nas lojas Nespresso.

Fonte Valor Econômico
Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email