O maior diferencial competitivo: RECURSOS HUMANOS

Por Juliano Faria Souto, sócio Administrador da FASOUTO e vice-presidente da ABAD

Esse texto mexe com a atual percepção tipo ” efeito manada” que os recursos tecnológicos e concentração ( grandes corporações ) , serão dominantes no hoje e no futuro e que estas condições garantirão sozinhas o sucesso . Pois não; com o avanço da tecnologia o recurso mais importante é o HUMANO, na opinião é de Gary Burnison*, presidente global da Korn Ferry, consultoria de gestão fundada na Califórnia, em 1969, e presente em 52 países. Burnison nos desafia a:

● criar condições reais em nossas empresas para sermos capazes de atrair, capacitar e reter mão de obra talentosa . “Sem talento você não tem show.” ● focar na atração de funcionários da geração dos millenais ( jovens nascidos entre 1981 e 1998) , pois serão 70% força trabalho em 2030. E como fazer isto ? ○ a empresa tem que ter propósito claro e este sendo praticado . ○ ambiente de constante aprendizado Na vertente de retenção, ele aponta as duas principais causas de turnover nas empresas .

● problemas com os líderes

● falta de oportunidades dentro do ambiente de trabalho Então , como os líderes devem agir ?

● desenvolver inteligência emocional para se conectar com seus colaboradores

● mostrar -se humildes , curiosos, autênticos, corajosos e sem medo de fracassar.

● criar um ambiente mais colaborativo e com mais oportunidade para seus colaboradores.

● implantar programas de treinamentos e mentorias Por fim , o autor desafia os líderes, apontando que a nova geração está ávida por aprendizado e desafios e que “Millennials buscam mentores” , líderes em que podem se inspirar e não chefes austeros nem tampouco protetores . Trazendo para nosso dia a dia, de empresa média em setor altamente competitivo e pressionado, fica evidente que o EMPODERAMENTO é a chave para atrair e reter talentos, dando-o a capacitação e desenvolvendo neles as habilidades de :

● iniciativa – propor e implantar soluções para atingimento de metas sem depender de superiores

● resiliência – não se abater com resultado adversos ou cobranças por resultados

● ousadia – assumir riscos , não justificar os resultados por limitações ou regras da empresa sempre com compromisso c resultado

● assertividade – firme e direto sem sentir ou causar constrangimentos. Afirmar de maneira clara, objetiva e transparente, sem delongas. VAMOS RECRUTAR , CAPACITAR !!!

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.