Nestlé cria fundo de arrecadação para a ONG Gerando Falcões

A Nestlé anuncia o início de uma grande campanha interna de incentivo à doação de recursos para a ONG Gerando Falcões, que atua nas favelas e comunidades do Brasil. A Companhia está incentivando seus 30 mil colaboradores no Brasil a doarem qualquer quantia à entidade e vai dobrar o valor repassado. A cada R$ 1 doado por funcionário, a companhia dará mais R$ 1. A ação será decisiva para a entidade chegar à meta de distribuir cestas básicas digitais para 30 mil famílias nos próximos três meses.

A iniciativa da Nestlé começou no dia 2 de abril, por tempo indeterminado. Anteriormente, a Companhia já tinha doado 70 toneladas de alimentos para a entidade, distribuídas nos diferentes polos de atuação no Brasil. Agora, todo o valor arrecadado será contabilizado e repassado para a Gerando Falcões, que criou cestas básicas digitais para as famílias. Foi desenvolvido um vale alimentação com carga inicial de R$ 100,00; o cartão receberá outras duas, de mesmo valor, no início dos meses de maio e junho, cobrindo ao todo três meses de benefício, considerados como os mais críticos dessa crise na saúde e na economia.

A parceria da Nestlé com a Gerando Falcões existe desde 2018, com ações já realizadas como apoio ao esporte e à inclusão social, por meio do projeto Jogadeira. Para 2020, o foco é o desenvolvimento junto à ONG na construção de negócios sociais sustentáveis, além do fortalecimento do pilar de empregabilidade. “Nesse momento de urgência em prol de uma mobilização construtiva pela sociedade, é nosso dever estar ao lado de nossos parceiros, sobretudo olhando para as comunidades mais vulneráveis”, diz Marcelo Melchior, CEO da Nestlé Brasil. “A Nestlé acredita que a melhor e mais duradoura forma de apoiar a Rede Gerando Falcões é dividindo com ela sua expertise em criar negócios, fazendo com que os dois lados ganhem, e sua sustentabilidade independa somente da doação de parceiros.”

Segundo Edu Lyra, fundador e CEO da Gerando Falcões, com a urgência do momento, a ONG decidiu lançar a campanha “Corona no paredão”, com o objetivo de entregar vale alimentação para 30 mil famílias, alimentando 120 mil pessoas nos próximos três meses. “Com o apoio do fundo criado pela Nestlé, vamos expandir esse atendimento”, almeja Edu.

Nes

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email