Marfrig tem melhor primeiro trimestre da história, com receitas de 13,5 bilhões de reais e margem de 9,1%

No primeiro trimestre deste ano, areceita líquida da Marfrig avançou 26,6% na comparação com o mesmo período de 2019.  A companhia apresentou também recorde na redução de despesas financeiras e menor custo histórico da dívida. Os resultados foram apresentados nessa segunda-feira (18) à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) com os  resultados fiscais do primeiro trimestre de 2020.

Em meio a um cenário global extremamente desafiante, afetado pela pandemia de covid-19, a Marfrig registrou alguns dos melhores resultados financeiros de sua história. As receitas líquidas atingiram 13,5 bilhões de reais, aumento de 26,6% em relação ao mesmo período de 2019. Entre os fatores que levaram a essa expansão estão o crescimento de 65% nas exportações da Operação América do Sul (composta por Brasil, Argentina, Uruguai e Chile) e a performance da Operação América do Norte, representada pela National Beef.

O Ebitda Ajustado (lucro antes de impostos, depreciações e amortizações) dos três primeiros meses deste ano foi de 1,2 bilhão de reais. Trata-se de um resultado 109% maior que o atingido no primeiro trimestre de 2019. A margem Ebitda Ajustado atingiu 9,1%, contra 5,5% na comparação anualizada. O lucro líquido (operações continuadas, desconsiderando-se despesas financeiras não recorrentes de 169 milhões de reais) foi de 32 milhões de reais.

“Mesmo com todas as dificuldades trazidas pela trágica pandemia de covid-19, a Marfrig demonstrou sua excelência operacional e os fortes laços de confiança que mantém com os clientes globais”, diz o  fundador e presidente do Conselho de Administração da companhia, Marcos Molina dos Santos. “Os números apresentados neste início de 2020 são fruto de um trabalho consistente de aumento da produtividade, inovação e disciplina financeira.”

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email