M. Dias Branco deve continuar trajetória de recuperação no terceiro trimestre

A M. Dias Branco deve apresentar bons números no terceiro trimestre, calcula o BTG Pactual em relatório enviado a clientes na sexta-feira (9).

Os analistas Thiago Duarte e Henrique Brustolin, que assinam o documento, esperam um forte crescimento de 24% no volume, sustentado pelo aumento da ajuda do governo ao consumo interno e pela recuperação na participação de mercado.

Eles também calculam uma alta de 32% na receita. O Ebitda, que mede o resultado operacional, deve subir 46%, com margem de 11,2%, e chegar a R$ 228 milhões.

O BTG reafirmou a recomendação neutra para os papéis, com preço-alvo de R$ 38.

Preços

Para a dupla, a elevação dos preços das matérias-primas, como o trigo, devem atrapalhar o desempenho da M. Dias Branco e pressionar as margens. “Os preços do trigo subiram 37% no ano e estimamos que a empresa ainda precisará aumentar os preços em cerca de 10% adicionais em todas as categorias antes que as margens voltem à média histórica”, pontuaram.

A inflação dos alimentos pode contribuir para esse ajuste. Além disso, a empresa já avisou que irá reajustar os valores das massas no quarto trimestre.

“A capacidade da M. Dias Branco de implementar ajustes de preços necessários em meio à crescente presença em regiões subpenetradas sem comprometer a participação de mercado é a chave para sustentar consenso, e nossa estimativa, de Ebitda para 2021 acima da marca de R$ 1,1 bilhão”, argumentam.

A empresa irá divulgar seu resultado do terceiro trimestre em 6 de novembro.

Fonte: MoneyTimes

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email