Instituto UNECS é formalizado com sede em Brasília

O dia 15 de março entrará para a história do setor de comércio e serviços. Nesta data, o presidente da ABAD, Emerson Destro, e os demais líderes da UNECS – União Nacional das Entidades de Comércio e Serviços, assinaram o documento que formaliza a criação do Instituto UNECS, que será presidido por Fernando Yamada. O encontro aconteceu na sede da ABRAS, em Brasília.

O Instituto UNECS terá um estatuto próprio e a sede também será em Brasília, em espaço cedido pela CNDL. A previsão é de que promova pesquisas e divulgue dados, indicadores estatísticos econômicos, sociais e mercadológicos para subsidiar as atividades da instituição. “A organização jurídica é um passo importante para consolidar a união das entidades. Agora, mais do que nunca, sabemos que, juntos, somos mais fortes e podemos fazer a diferença para o nosso setor”, afirma Destro.

Criada em 2014, a UNECS é formada por sete das maiores instituições brasileiras representativas da área do comércio e serviços: Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (ABAD), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco), Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Confederação Nacional de Dirigentes e Lojistas (CNDL) e Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB).

Estiveram na reunião, além do presidente Destro, Fernando Yamada (ABRAS), Honório Pinheiro (CNDL), Claudio Conz (ANAMACO), George Pinheiro (CACB) e Paulo Solmucci (ABRASEL) e seus respectivos executivos. Também participaram pela ABAD, Alair Martins Junior, vice-presidente, Oscar Attisano, superintendente executivo, e Alessandro Dessimoni, consultor jurídico. 

Reforma trabalhista
Pela manhã, as lideranças da UNECS se reuniram com o deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN) para discutir a reforma trabalhista. Marinho preside a Frente Parlamentar em Defesa do Comércio Serviços e Empreendedorismo (Frente CSE) e é relator da reforma trabalhista na Câmara dos Deputados. Na reunião, o deputado informou que a Reforma terá três frentes principais, sendo:

1- Introdução de novas modalidades de contratação, com destaque do trabalho intermitente;
2- Iniciativas que inibam a excessiva judicialização das questões trabalhistas;
3- Mitigação de ações de danos morais e existenciais

Na ocasião, Destro repassou às mãos da UNECS a contribuição da ABAD, elaborada com o apoio da assessoria jurídica, reunindo pleitos enviados por associados, filiadas e parceiros do segmento atacadista distribuidor em relação à reforma trabalhista. Os executivos da UNECS vão preparar um documento comum, que será posteriormente entregue ao deputado.

CSN
Os líderes também se reuniram com o presidente e o vice-presidente da Confederação Nacional de Serviços – CNS, respectivamente, Luigi Nese e Humberto Ribeiro, com o objetivo de aproximação e futuras ações conjuntas em temas convergentes. 

*Com CNDL, Abrasel e CACB

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email