ABAD divulga nota de apoio ao agronégocio

A ABAD – Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados, em nome de suas 27 Filiadas Estaduais e das empresas associadas em todo o Brasil, vem a público externar a posição da entidade sobre as repercussões da operação “Carne Fraca”, deflagrada pela Polícia Federal na última sexta-feira (17/3), que envolve, de fato, pouco mais de uma dezena de empresas do agronegócio brasileiro, mas que vem atingindo todo o setor, com risco de penalizar precipitada e injustamente o maior gerador de divisas da economia nacional.

Se, por um lado, nos colocamos a favor da ampla apuração de toda e qualquer irregularidade eventualmente cometida por uma ou mais empresas, pelo bem da transparência, do respeito ao consumidor e da ética empresarial, por outro lado não podemos deixar de nos solidarizar com a imensa maioria de empresas produtoras de proteína animal, que vêm trabalhando de forma idônea e correm o risco de responder indevidamente por ações que colocam em risco a saúde do consumidor. 

Que se descubram e se punam as irregularidades, sem, no entanto, punir todo um setor fundamental de nossa já combalida economia, punição que traria consequências funestas para a recuperação do ambiente de negócios, para o emprego de milhares de trabalhadores do setor e para a imagem da carne brasileira no mercado internacional, eventualmente derrubando o nível de exportações, que apenas lentamente se recuperaria.

Clareza, correção e bom senso, por parte dos órgãos públicos, da mídia e das próprias empresas, é tudo que esperamos.

São Paulo, 21 de março de 2017.

Emerson Luiz Destro
Presidente da ABAD

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email