Exclusivo: Três passos para ter uma logística eficiente

Seja por economia, por otimização de tempo ou por padrão de operação, a área logística vive em constante mutação na gestão de uma empresa atacadista distribuidora. Elo fundamental entre o fornecedor e o cliente, a área responde pelos processos de estoque, separação, transporte e abastecimento, sendo necessário assim um pacote de serviços para mantê-la ativa. “É muito interessante chegar à conclusão que se faz necessário e pretendido ter o controle – por meio da medição da operação – para poder gerenciá-la e otimizá-la”, salienta Jorge Serrano Pinto, especialista em logística da Divisão Aplicativos da Sonda IT.

Levando em consideração sua importância, traçamos três divisões fundamentais que tornam o processo logístico eficiente na cadeia de abastecimento. São eles: armazenagem, equipamentos e tecnologia. A seguir, novidades e dicas acerca desses destaques.

Armazenagem: A ULMA Handling Systems está implantando um completo sistema de armazenagem e preparação de pedidos para o Laticínio Scala, fabricante de queijos, requeijões e manteigas da marca Scala. O armazém automatizado será entregue em meados de 2017 e está sendo instalado no primeiro centro de distribuição da empresa na cidade de Sacramento, MG. Este é o primeiro projeto de ULMA no Brasil para a indústria alimentícia e em ambiente de temperatura controlada – as temperaturas do armazém vão oscilar entre 2°C e 4°C, a área de picking, entre 8°C e 10°C e a área de expedição, entre 12°C e 14°C. “Decidimos pela construção do CD e pela automatização por dois motivos: a necessidade de liberar espaço na área fabril, onde são estocados atualmente os produtos acabados, e aumentar a eficiência da armazenagem e da preparação de pedidos”, destaca Darley Ferreira, coordenador de Processos e Projetos, e responsável pelo desenvolvimento do projeto no Laticínio Scala, explicando ainda que a estocagem é totalmente convencional, com blocagem de paletes.

Equipamento:  A GTP lançou no último mês a única ferramenta de inventário integrada com softwares de geolocalização e sensores em drones com foco em controlar com precisão estoques. A novidade auxilia na otimização de custos e evita perdas. “A solução pode gerar economia de até 90% no custo de realização de inventários”, diz Luis Araujo, diretor de operações da companhia. Capaz de medir a distância relativa entre a altura onde se encontra e a dos paletes, o drone envia imagens em tempo real do estoque através de telemetria e calcula a quantidade de produtos existentes no armazém. “O setor de inventários é um dos que mais carecem de tecnologia, já que em 99% dos casos eles são realizados de forma manual, o que favorece a chance de erros”, conta o executivo. O sistema também monitora e localiza em tempo real a movimentação de paletes, empilhadeiras e pessoas, prevenindo assim acidentes ao emitir um sinal para o colaborador e para o veículo.

Tecnologia:  Com um ano de mercado e mais de trinta empresas conquistadas, o ION Vendas, da ION Sistemas, é um aplicativo que auxilia a equipe comercial no processo de atualização de informações em tempo real. Já, o módulo ION Rotas permite o monitoramento, em tempo real, do roteiro de visitas da equipe de vendas pelos líderes. Por fim, o ION Supervisor é um reforço para que os líderes de vendas possam interagir com sua equipe, acompanhando e se atualizando sobre as informações da área, como aprovação de pedidos, atendimentos, liberação de limites de créditos, entre outras.

Continue lendo a matéria publicada na Revista Distribuição – ed. outubro, aqui!

 
 

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email