“Devemos fechar o ano com leve crescimento”, diz o empresário Juscelino Junior

Por Cláudia Rivoiro

À frente de importantes empresas do setor como a Nossa Distribuidora, a Jota Forte Logística e Armazenagem, a Biotec, a Nacional Factoring e Fomento e também a Labelle Distribuidora e também ocupando o cargo de presidente do Grupo ABAD Jovem e Sucessores (GAJS), o empresário Juscelino Junior se viu diante de uma série de desafios trazidos pela pandemia de coronavírus, dentre eles a preocupação com o caixa da empresa e com um possível quadro de inadimplência. “Não fizemos e nem vamos fazer nenhuma demissão. Cuidamos da saúde financeira das empresas, mantendo o caixa com folga para atravessarmos os possíveis momentos de queda nas vendas e receitas. Iniciamos uma severa revisão na concessão de crédito aos clientes medida que visa diminuir o risco de inadimplência”, conta.

Jota Forte Logística e Armazenagem

O empresário ainda relata que além de atender e respeitar das normativas dos órgãos públicos competentes, as pessoas que se enquadram nos grupos de risco imediatamente foram dispensadas para o trabalho em home office. Ele ainda revela que a despeito o cenário econômico atual, as empresas devem fechar o ano de 2020 com leve crescimento. “Acreditamos que crescer só será impossível quando atendermos todos os clientes do Brasil e como ainda não atendemos todos teremos ainda caminho para o crescimento”, afirma e destaca que considera a atuação em vários negócios como sendo todos eles pertencentes ao negócio principal que é abastecimento de bens de consumo. “Seja produzindo distribuindo, armazenando ou transportando nossos negócios estão todos a serviço do abastecimento de bens de consumo, nossos clientes muitas vezes são nossos clientes nas várias frentes que atuamos. Portanto, ainda que sejam negócios distintos estamos dentro do macro negócio que é o de abastecimento de bens de consumo”, diz.

Em relação ao GAJS, Junior conta que o grupo vem trabalhando na troca permanente de informações e boas práticas. “O momento exige que na base do grupo haja uma constante troca de experiências em busca de absorvermos as boas práticas e experiências de cada um”, finaliza.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email