Consumidores têm expectativa de inflação menor

A expectativa dos consumidores para a inflação nos 12 meses seguintes recuou 0,7 ponto percentual em outubro, para 9,1%, segundo pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV). O resultado indica que a estimativa segue em trajetória de queda.

Em outubro, a proporção de consumidores prevendo inflação superior a 10% nos 12 meses seguintes recuou de 34,7% para 26,2%. Já os que preveem que a inflação dos próximos 12 meses ficará entre a meta do Banco Central, de 4,5%, e o teto, de 6,5%, aumentou, de 5,3% para 9,4%.

De acordo com a FGV, a desaceleração das expectativas de inflação ocorreu em todas as classes de renda. O maior recuo no mês partiu da faixa de renda familiar mensal entre R$ 2,1 mil e R$ 4,8 mil: de 10,3% para 9,3%.  Na faixa de renda superior a R$ 9.600, a inflação prevista recuou para 8,1%.

 

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email