7 dicas para faturar na internet sem ter uma loja virtual

De uma conversa de mesa de bar entre o gaúcho Frederico Flores e o paulista Fernando Montera Filho, surgiu a grande ideia de negócio: desenvolver soluções que facilitam vendas de produtos por meio de marketplaces e otimizam o faturamento dos lojistas. 

Em 2012, ano em que a Ecommet saiu do papel, o Brasil passava por um importante momento de transformação econômica e o mercado de vendas nos shoppings virtuais já era promissor. Do Sul do país, os jovens empresários apostaram então no desenvolvimento de uma tecnologia que fosse capaz de automatizar e integrar todas as etapas das vendas dentro dos marketplaces. “Enxergamos nesse mercado uma grande oportunidade de negócio, já que na época o desenvolvimento de softwares e ferramentas inteligentes não era tão comum no Brasil”, conta o santa-mariense Frederico Flores, CEO da Ecommet.

A tecnologia

Conhecida como Becommerce – hoje a maior plataforma para gestão de vendas em marketplaces do Brasil – a tecnologia oferece diversas ferramentas, como o “robô lojista” – que responde 24 horas por dia as dúvidas dos consumidores sem intervenção humana, anúncios ilimitados e um comparador de preços que monitora a concorrência e diminui os valores dos produtos automaticamente, caso outra loja faça alguma alteração. As soluções custam centavos por venda, tornando-as acessíveis para todos os tipos de lojistas.

Com a automação oferecida pela plataforma, o crescimento em vendas é quase automático. Segundo levantamentos, o crescimento médio de vendas dos clientes que passam a usar a solução é de 30% já no primeiro ano.

Crescimento 

Seus mais de 2.500 clientes espalhados pelo Brasil – 25% deles no Sul do país -, transacionam juntos R$ 2 bilhões ao ano. A empresa prevê fechar 2017 com faturamento de R$ 30 milhões. Com atuação na Argentina desde 2014, a empresa visa expandir o negócio através da sua internacionalização, estabelecendo sedes em outros países como o México, e com previsão de conquistar 1.000 clientes internacionais até o final deste ano. “O nosso grande objetivo é disponibilizar nossos produtos para toda América Latina, democratizando o uso das ferramentas de gerenciamento para e-commerce nesses países”, explica Frederico Flores.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email