Chocolates Garoto anuncia investimentos de cerca de R$ 200 milhões para 2020 e 2021

Os investimentos anunciados pela Garoto serão direcionados para frentes que vão desde o lançamento de novos itens de portfólio, todos feitos com cacau 100% brasileiro, até a modernização e ampliação da unidade da companhia em Vila Velha. A planta local vai receber um novo prédio para abrigar duas novas linhas de produção. Uma delas será dedicada à fabricação da famosa Caixa Amarela de bombons da marca e outra linha para produção de itens para acondicionar os chocolates em embalagens para varejo. Com o início dessas operações, previsto para o primeiro semestre de 2021, serão gerados 70 novos postos de trabalho.

O novo prédio da unidade também foi construído seguindo vários critérios de sustentabilidade, com certificação Green Building House. Nessa frente, a Garoto também anunciou que 100% do resíduo gerado pela fábrica é reutilizado. Em 2021, a marca também vai reduzir 69 toneladas de materiais de embalagens que são recicláveis, mas não têm cadeia de reciclagem no Brasil atualmente. Até 2024, esse montante deve chegar a 500 toneladas.

Os investimentos também estão destinados para a modernização da unidade de Vila Velha, com conceito de indústria 4.0, para torná-la ainda mais digital e conectada. Parte dos investimentos serão aplicados, ainda, no desenvolvimento de profissionais da companhia. Hoje, a Garoto emprega mais de 1.370 colaboradores e conta com mais de 42 linhas de produção.

O objetivo da empresa é trazer não só novidades para os consumidores, mas também gerar emprego, desenvolvimento e sustentabilidade para suas operações e para toda a comunidade local. “Hoje temos orgulho de dizer que trouxemos para a Garoto o que existe de melhor e mais moderno em tecnologia no mundo para produzir chocolates. Para as novas linhas que vamos inaugurar em 2021, por exemplo, vamos trazer tecnologias inéditas para fábricas de chocolate na América Latina, com uso de internet das coisas (iOT) e big data para monitoramento e manutenção das operações. Foi um projeto totalmente concebido com esse conceito de transformação digital desde o princípio. E vamos usar isso para gerar desenvolvimento para o Espírito Santo e para o Brasil “, aponta o vice-presidente de de Chocolates da Nestlé e Garoto, Liberato Milo.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email