Faturamento do setor atacadista distribuidor cresce 10,17% em junho

O setor atacadista e distribuidor apresentou bom desempenho no mês de junho, registrando crescimento nominal de 10,17% sobre junho de 2019. Ainda em termos nominais, a alta em relação a maio foi de 2,24%, enquanto o resultado acumulado de janeiro a junho, também positivo, chegou a 2,20%.

Já em termos reais, o crescimento registrado foi de 7,87% em relação a junho do ano passado e 1,98% na comparação com o mês de maio. No acumulado do ano, o resultado real é negativo de -0,77%. Os dados fazem parte da pesquisa mensal da Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores, apurada pela FIA (Fundação Instituto de Administração) com um grupo representativo de empresas.

Para o presidente de ABAD, Emerson Destro, o resultado reflete o bom desempenho do pequeno e médio varejo de vizinhança, que é fruto da atuação do atacado distribuidor. Desde o início da pandemia, em parceria com a indústria, o setor vem abastecendo os estabelecimentos de forma ininterrupta, garantindo a disponibilidade de produtos e repassando as ofertas que caibam no bolso do consumidor.

“O varejo de vizinhança ganhou papel de destaque neste período de isolamento social, já que proporciona proximidade, conveniência e contribui para reduzir a circulação de pessoas, atendendo às diretrizes dos órgãos de saúde. Por isso, muitos dos pequenos e médios varejistas viram seu movimento aumentar, tendência que deve se manter”, afirma o presidente da ABAD.

“De acordo com o estudo Consumer Insights 2020, realizado consultoria Kantar Brasil, desde o início da pandemia, o pequeno varejo de autosserviço teve acréscimo de 3,5% de penetração, o que representa mais de 2 milhões de lares comprando nesse canal”, ressalta.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email