Seções

Nesta Edição

divisor-menu

Últimas Edições

Seções

Nesta Edição

Últimas Edições

Seções

Nesta Edição

ABAD
News

Presidente do Sinca-PR é homenageado

Por Isabela Mattiolli

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
Camilo Turmina, vice-presidente da ACP, Darci Piana, governador do Paraná em exercício, Paulo Hermínio Pennacchi, Cleide Pennacchi, e Gláucio Geara, presidente da ACP

No Dia do Comerciante, celebrado em 16 de julho, a ACP – Associação Comercial do Paraná homenageou, em um evento realizado em sua sede, em Curitiba/PR, Paulo Hermínio Pennacchi, presidente do Sinca-PR – Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidores do Estado do Paraná e vice-presidente da Fecomércio-PR – Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Paraná. Foi homenageado na categoria “Representatividade no Desenvolvimento Socioeconômico do Paraná”. 

O evento contou com a presença de Darci Piana, governador do Paraná em exercício. “O setor do comércio desempenha uma importante função social no Paraná e no Brasil por causa do número de empregos que gera. Somente no Paraná, são três milhões. Os comerciantes formam a ponta da economia. O que a indústria e a agricultura produzem, é o comércio que vai vender”, enfatizou Piana ao falar sobre a importância das empresas homenageadas. 

Paulo Hermínio Pennacchi foi indicado por Camilo Turmina, vice-presidente da ACP, coordenador do Conselho do Comércio Vivo da entidade e presidente do Sindjor – Sindicato dos Jornalistas do Paraná. “Além de sua atuação empresarial, que, por si só, seria merecedora de todas as nossas homenagens, Pennacchi está à frente da Casa do Bom Menino de Arapongas, onde jovens de famílias de baixa renda são atendidos em contraturno escolar, recebendo alimentação e reforço para seu aprendizado, e participando de atividades culturais e esportivas, o que as torna pessoas exemplares para o futuro do nosso Estado e de suas trajetórias”, pontuou Turmina. 

“No Dia do Comerciante, lembro com profundo carinho e saudade do meu pai, Antonio Hermínio Pennacchi. Foi com ele que aprendi esse ofício. Foi ele que, juntamente com minha mãe, Maria Aparecida, acompanhados por mim e por meus irmãos, decidiu deixar a nossa cidade natal, Ouro Fino, em Minas Gerais, em busca de uma vida melhor para a nossa família. Foi neste Estado que a minha família cresceu. Tanto meu pai como eu e meus irmãos aproveitamos as oportunidades que surgiram pelo caminho. Fomos empreendedores e desbravadores do Paraná, este Estado que tão bem nos acolheu”, disse Paulo Pennacchi em seu discurso.