Seções

Nesta Edição

divisor-menu

Últimas Edições

Seções

Nesta Edição

Últimas Edições

Seções

Nesta Edição

TECNOLOGIA & LOGÍSTICA

NOVO CARGO
Rafael Martins assume o Grupo Máxima

Com 16 anos de experiência no mercado de tecnologia, Rafael Martins (foto) é agora o executivo responsável pelas operações do Grupo Máxima, que incluem a MáximaTech, a LifeApps e a Onblox, enquanto seu fundador, Wagner Patrus, passa a se dedicar exclusivamente ao Conselho de Administração da holding. “A ideia é promover a evolução dos nossos clientes ao trazê-los para o centro da decisão. Todo e qualquer movimento estratégico terá por objetivo atendê-los com serviços e soluções ágeis de ponta a ponta. Atualmente, temos uma carteira com mais de 1.500 nomes e mais de 80 mil usuários em todo o Brasil. Ou seja, um enorme terreno para explorar, semear e colher bons frutos junto à nossa base”, contextualiza Martins, que já participava das operações na LifeApps.

CENTRO DE INOVAÇÃO
Francesas querem acelerar startups no Brasil

Quatro empresas francesas vão se juntar para promover o desenvolvimento do “ecossistema” de inovações e startups no Brasil. O Banco BNP Paribas, o Carrefour, o Edenred e o Ingenico abrirão, em São Pauo, o La Fabrique, um centro de inovação para startups. Seu objetivo é investir e acelerar startups, além de incentivar o desenvolvimento de projetos de tecnologia no Brasil. O empreendimento ficará sediado no State, hub de inovação localizado na capital paulista. Segundo as empresas, o local foi escolhido para permitir que o La Fabrique esteja perto de outras empresas inovadoras e contribua para a troca de experiências com organizações que também procuram incentivar a criação de novas soluções e tecnologias para o mercado brasileiro. “A cooperação com startups desenvolve e gera negócios e atrai talentos”, diz Sandrine Ferdane, CEO do Banco BNP Paribas Brasil, em nota à imprensa.

PESQUISA
Verdemar é avaliada como eficaz pela KPMG

A rede de supermercados mineira Verdemar foi apontada pela KPMG como a organização brasileira mais eficaz em oferecer ótimas experiências aos clientes. No nível global, a empresa aparece em nona colocação entre estabelecimentos varejistas. A pesquisa ouviu mais de 84 mil consumidores, sendo 5 mil deles no Brasil, e avaliou 2.045 empresas espalhadas em 20 países. A avaliação das empresas foi realizada a partir de seis pilares previstos em regulamento personalização, integridade, expectativas, resolução, tempo e esforço, e empatia.

197

milhões de reais foi o valor pago pela TOTVS, mais especificamente, pela sua subsidiária Soluções em Software e Serviços TTS, para adquirir a empresa de tecnologia Consinco S.A., que fornece sistemas de gestão a supermercados e atacadistas de autosserviço e emprega 400 pessoas. “Com esse movimento, a TOTVS intensifica sua presença no segmento de varejo, possibilitando a geração de sinergias entre as operações da TOTVS e as operações da Consinco”, afirmou na divulgação