Seções

Nesta Edição

divisor-menu

Últimas Edições

Seções

Nesta Edição

Últimas Edições

Seções

Nesta Edição

LOGÍSTICA E TRANSPORTE
 FROTA

Montadoras apostam em retomada

Da Redação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Para o setor atacadista distribuidor, a Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO) destaca cinco modelos, incluindo o líder do segmento – o Delivery 11.180. O mercado de caminhões médios inclui veículos de Peso Bruto Total maior que 10 toneladas e menor que 15 toneladas. 

“Em seu primeiro ano ‘cheio’ no mercado brasileiro, que foi 2018, o Delivery 11.180 já conquistou os clientes e mostrou ser a melhor solução de seu segmento. É mais um resultado muito significativo para a família Delivery”, afirma Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Venda da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

Ricardo Alouche, VP de Vendas, Marketing e Pós-Venda da Volkswagen Caminhões e Ônibus

Sob medida para entregas urbanas, o Delivery Express, segundo informações da montadora, destaca-se por oferecer agilidade em manobras e, ao mesmo tempo, robustez a toda prova, característica reconhecida na marca, com a vantagem de poder ser conduzido por motoristas com carteira de habilitação B, além de trafegar em áreas onde a circulação de caminhões é restrita.

A marca Iveco trouxe ao segmento de veículos comerciais produtos como a Daily City e o Hi-Road, que se destacam graças ao nível elevado de conforto e ao baixo custo de operação que proporcionam. Agora, a montadora apresenta os modelos de 9 e 11 toneladas da família Tector. 

“Os lançamentos nos tornam mais competitivos no segmento dos médios, que representa 20% do mercado de transportes no Brasil, e completam nosso portfólio. Agora, estamos mais fortes dos leves aos pesados”, afirma Marco Borba, vice-presidente da Iveco para a América do Sul. 

A marca foi a campo para entender a rotina dos motoristas que dirigem caminhões médios, um produto voltado principalmente para os grandes centros urbanos. Ricardo Barion, diretor de Vendas e Marketing da marca para a América do Sul, ressalta que a pesquisa mostrou que fatores como versatilidade para operar em diferentes operações e conforto para quem passa muito tempo ao volante fazem a diferença na escolha de um produto. 

“Foi assim que nasceram os Tectors de 9 e 11 toneladas. O amadurecimento da marca mostra que é preciso ter o produto ideal para o nosso cliente. Os novos integrantes da Família Tector foram projetados para garantir ao caminhoneiro a melhor experiência a bordo”, destacou.

  • Editar

FACILIDADES 

Por sua vez, a Mercedes-Benz enfatiza o apoio oferecido aos seus clientes com soluções de transporte para atender a várias aplicações, além de oferecer serviços para a aquisição de novos produtos, como o Banco Mercedes, o Consórcio e a Loja Selec-Trucks. 

“Temos vigorosa participação na manutenção dos veículos junto aos nossos clientes, assim como uma central de relacionamento com o cliente, reconhecida pelo mercado e apoiada por uma diversificada linha de peças genuínas, manufaturadas e Alliance”, afirma Ari Carvalho, diretor de Vendas & Marketing Caminhões Brasil. 

A linha de caminhões Accelo é o destaque. Constituída pelos modelos 815, 1016 e 1316, passou a ser equipada, neste ano, com câmbio automatizado, sendo a primeira linha de caminhões leves e médios a entregar esse recurso no mercado brasileiro, reduzindo o consumo de combustível, além de trazer mais conforto aos motoristas. 

O caminhão leve Accelo 1016 com câmbio totalmente automatizado traz diversas vantagens, como redução no consumo de combustível e no custo operacional, e maior conforto e produtividade para os motoristas na distribuição urbana de cargas. “No caso do Accelo, a redução de consumo de combustível pode atingir até 3% em operações urbanas, graças à automatização e à inteligência aplicada no câmbio”, afirma Carvalho.

A Linha Sprinter oferece vários modelos para as atividades de transporte de supermercadistas, distribuidores e fornecedores. É o caso do furgão Sprinter CDI 313 Street.

JEFFERSON FERRAREZ, diretor de Vendas e Marketing Vans da Mercedes-Benz do Brasil

“Um grande diferencial de mercado dos furgões e chassis Sprinter Street está no fato de que eles podem circular a qualquer hora e em qualquer lugar, acelerando o abastecimento dos pontos de venda e o atendimento delivery que os supermercados e o comércio em geral oferecem aos consumidores”, afirma Jefferson Ferrarez, diretor de Vendas e Marketing Vans da Mercedes-Benz do Brasil.

“Além disso, pode ser dirigida por motoristas com CNH da categoria B, o que traz ainda mais vantagens e facilidades para os transportadores nas cidades e em curtas distâncias rodoviárias.”