Menu
divisor-menu

Últimas Edições

Últimas Edições

 
 

RANKING ABAD/NIELSEN 2020 - EXPECTATIVAS E INVESTIMENTOS

Foco no digital

Especialista recomenda a adoção da inteligência artificial para a otimização dos processos e a prioridade de recursos destinados à tecnologia

Por Rúbia Evangelinellis

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Quem se recorda dos negócios e investimentos que se projetava e desenhava meses atrás para 2020, isto é, planejados para um mundo que ainda não estava contaminado pelo Covid-19, e por isso pensa que agora é melhor esquecer qualquer planejamento, está redondamente enganado.

Isso porque agora é hora, isto sim, de mudar a direção do raciocínio, retirar da gaveta os projetos que ficaram à espera, e repensar estratégias para buscar resultados favoráveis em faturamento e rentabilidade. E, sobretudo, entender que os investimentos em tecnologia, desde processos de gestão até atividades de e-commerce, são emergenciais e prioritários.

Ao observar o quadro de expectativas das empresas que responderam ao Ranking, Olegário Araújo, cofundador da Inteligência360 e pesquisador do Centro de Excelência em Varejo da FGV – Fundação Getulio Vargas, reconhece o otimismo do setor como um aspecto importante para superar crises previstas.

Fonte: Ranking ABAD/NIELSEN 2020

“Já se espera que ocorrerá uma queda do PIB entre 3,5% e 5% neste ano, e, como consequência, vejo que todos os setores serão impactados, refletindo retração de consumo e renda.”

E, neste cenário, é fundamental que as empresas do setor racionalizem as operações e procurem entender como podem atender melhor, e de maneira colaborativa, o pequeno varejo, oferecendo, por exemplo, um portfólio com produtos/marcas mais adequado ao perfil dos consumidores.

“É, como disse o filósofo chinês Confúcio: ‘Você não pode mudar o vento, mas pode ajustar as velas para chegar aonde quer.’”

“Você não pode mudar o vento, mas pode ajustar as velas para chegar aonde quer”

Olegário Araújo, cofundador da Inteligência360

Segundo informou, o ideal seria fortalecer os elos da cadeia de abastecimento, reunindo indústria, canal indireto e varejista em função de um plano conjunto. E avaliar o programa de investimentos com base em três pilares: a busca obsessiva pela eficiência (com foco no cliente); o empenho constante em inovação; e uma análise criteriosa do que deve mudar na cultura da empresa a fim de automatizar processos até mesmo para ganhar velocidade no atendimento.

“Por exemplo, hoje vemos muitas empresas investindo no e-commerce B2B. E para isso é preciso treinar a equipe, inclusive para prospectar mais clientes.”

Araújo também destaca a importância do investimento em tecnologia para que as empresas atendam o varejista que está com menos dinheiro em caixa de maneira mais ágil e precisa.

“É importante desenvolver processos de inteligência artificial, ter uma tecnologia voltada para otimizar sortimentos, precificar de modo mais estratégico e ajudar o varejista a compor um mix adequado e de maior valor agregado.”

Fonte: Ranking ABAD/NIELSEN 2020

DB DigitalReceba no seu email

DB DigitalReceba no seu email